Gogue – Não se trata de Equipamentos de Última Geração

DJ's & Produtores

Trabalhar com algo relacionado à tecnologia no Brasil não é uma das tarefas mais fáceis. Os impostos abusivos e a dificuldade de acompanhar as novidades do mercado estrangeiro fazem com que você seja, praticamente, forçado a se adaptar com o que tem em mãos.
No entanto, este cenário negativo muitas vezes acaba servindo de ferramenta para destacar alguns talentos, mostrando que dedicação, disciplina e amor são os principais ingredientes para o sucesso.

 

Este é o caso de Jefferson Silva, o Gogue – um produtor musical paulista que nos chamou a atenção pelo alto número de boas produções lançadas em um curto período de tempo.

“Comecei a produzir na raça, sozinho, há cerca de 4 anos no PC de tubo da minha irmã, com caixinhas de som caseiras. Ela ficava puta, mas sempre entendeu e, de certa forma, mesmo com raiva, sempre me apoiou emprestando ele – onde iniciei minha carreira com o FL STUDIO 9, vendo tutoriais de bolivianos na internet *risos*.

Neste período produzi, ou tentei, um pouco de tudo que gostava. Transitei entre as vertentes da House Music até me encontrar, de fato, no Minimal House.

 

No início, ninguém da minha família me apoiava. Por não terem condições de me ajudar financeiramente, a princípio houve aquela rejeição.

Meu pai falava que ficar horas e horas no computador, vendo vídeo aulas e buscando informações sobre produção era perda de tempo. Já a minha mãe, sempre me apoiou, mas me alertava que seria muito difícil, principalmente por não ter condições financeiras de investir nisso.”

“Cognition” é um EP de Gogue lançado no início de 2019 pela Blurry Music, sua gravadora.

“Há 2 anos migrei de plataforma, saindo do FL e indo para o Ableton. Seus recursos me ajudaram muito a evoluir e a buscar qualidade sonora no processo final de criação, que era a Mix.

Fui pra cima mesmo sem ter os plugins necessários (os ”waves”). Anotei tudo que pude e continuei na luta, tentando instalar no meu PC o bendito do waves. Até que um dia enfim consegui, porém ele ficava com a “tela preta”.

Qualquer um que eu abria deixava a tela assim. Então estudei muito sobre os plugins que tinha anotado nas aulas e comecei a usa-los através dos parâmetros – uma forma mais difícil pois não apresentava a interface visual. Era complicado, porém nunca deixei de tentar melhorar a qualidade final das minhas faixas.

Neste ano de 2019 conheci um mano pela internet que se propôs a me ajudar e arrumou meu PC, fazendo com que os plugins aparecessem e assim eu pudesse trabalhar melhor.

 

Nunca tinha feito curso de nada, sabia apenas breves informações referente ao assunto. Foquei em criar e desenvolver uma identidade própria, até que apareceu a oportunidade de estudar mixagem com o Fernando Lima, em SP.

Atualmente tenho um par de monitores da SKP, que praticamente foi um presente de um grande amigo e artista que, hoje, viaja bastante fazendo o que gosta. Na época ele me vendeu em prestações, pois eu estava produzindo com o fone de celular da Apple e um PC simples da HP, em uma mesa super desproporcional, ferrando a minha coluna… mas é o que tem! *risos*”

“Hoje, tenho lançamentos em labels internacionais, como a Natura Viva e Na Zrak Records (Itália) e The Lab e Welter Records (Romênia). Além de nacionais, como a Not For Us Records e a Blurry Music, minha própria label.

A Blurry Music vem comigo desde o inicio, em 2014, quando comecei a produzir, porém, saiu do papel em 2016 com meu EP APOLO. Atualmente ela possui 12 lançamentos e tem alguns mais já certos por vir.

A ideia da gravadora sempre foi compartilhar músicas dos meus amigos, daqueles em que acredito, que merecem uma oportunidade igual a minha ou maior.”

Para aqueles que não possuem condições de investir pesado em equipamentos mas sonham em viver da própria musica.

“Se é isso que faz seu coração bater mais forte, não desista.

Tenha humildade, vontade e dedicação pra ir atrás das informações e das pessoas certas. E, principalmente, acredite em si mesmo!”

SOBRE: GOGUE

DJ e Produtor Musical paulista com grandes influências no Dub e Minimal House, fundador do selo Blurry Music.

SoundCloud     Spotify     Facebook

Foto capa: Leonardo Batata